#DiaMundialdaÁgua

Por: Mariana Assef — Rede Meu Recife

Neste 22 de Março, Dia Mundial da Água, data estabelecida pela ONU em 1993 como forma de demarcar a defesa e preservação dos recursos hídricos, é essencial ressaltarmos a importância do acesso à água, limpa e tratada, enquanto direito humano fundamental para sobrevivência e para o enfrentamento da pandemia da Covid-19. Embora seja um direito básico, 40% da população mundial — cerca de 3 bilhões de pessoas — não têm acesso à água e saneamento básico segundo a Unicef, o que intensifica o cenário de extrema desigualdade social em que vivemos.

No Brasil, durante a pandemia, houve altos índices de desabastecimento em diversas regiões do país. Em Recife, no início deste ano, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) reduziu o abastecimento de água pela metade em grande parte dos municípios da Região Metropolitana de Recife e para bairros da capital pernambucana. Somente no mês de janeiro, 98 dos 184 municípios de Pernambuco tiveram situação de emergência decretada devido à estiagem.

A irregularidade das chuvas é uma característica do clima das cidades do sertão pernambucano, e com o acesso à água prejudicado, políticas emergenciais de distribuição de água às populações rurais e urbanas atingidas por estiagem, como a Operação Pipa, são de extrema necessidade e urgência. A longo prazo, políticas públicas que garantam esse direito básico por meio de ações estruturais, como a construção de cisternas que armazenam água por meses para o consumo doméstico, devem ser centrais na agenda política.

Diante desse contexto, a impossibilidade de realizar medidas básicas de proteção durante a crise sanitária — “lave as mãos com água e sabão para se prevenir do COVID-19” — demonstram a omissão do Governo em desenvolver políticas para a universalização do acesso à água, e escancaram o abismo social da nossa sociedade, uma vez que os impactos são desproporcionalmente vivenciados pela população negra e periférica, ou de comunidades tradicionais e originárias, e sobretudo pelas mulheres, em quem tradicionalmente recai os trabalhos domésticos e de cuidado.

Assim, o dia 22 de Março é uma data que marca jornadas históricas de luta pelo acesso à água enquanto um bem comum, contra a transformação de um direito básico em mercadoria e contra os processos de privatização e mercantilização das nossas fontes naturais de sobrevivência.

--

--

Somos uma rede de ativistas multicause de mobilização social que luta por um Recife mais justo e participativo. Apoie o Meu Recif! Pix: CNPJ: 36.448.294/0001–66

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Rede Meu Recife

Rede Meu Recife

14 Followers

Somos uma rede de ativistas multicause de mobilização social que luta por um Recife mais justo e participativo. Apoie o Meu Recif! Pix: CNPJ: 36.448.294/0001–66